OS RISCOS DAS DIETAS DA MODA

Riscos das Dietas da Moda

A cada ano, surge uma gama de dietas para perda de peso e melhora da saúde, em geral com propostas “milagrosas” e que oferecem um esforço mínimo para apresentar resultados. Muitos testemunhos ajudam a embasar as informações, credenciando seus resultados para o público, que já é naturalmente ávido por soluções alimentares.

Como praticamente todo mundo deseja perder ao menos dois quilos, há um encantamento pelas propostas mágicas das dietas da moda. O problema é que a maioria delas pode acabar trazendo riscos à saúde e efeitos contrários ao desejado.

Os caminhos para escolher a dieta ideal

O primeiro passo para obter um resultado positivo com uma dieta é realizar um trabalho psicológico eficiente. A maior parte dos problemas para quem deseja emagrecer é a falta de controle sobre a compulsão alimentar, onde se desconta nos alimentos sentimentos como ansiedade, medo, frustração e até a depressão.

É possível que, ao iniciar uma dieta da moda, os primeiros resultados comecem a surgir logo no começo. Mas, em geral, em pouco tempo há uma queda de rendimento e todos os quilos perdidos podem retornar, ainda acompanhados de outros.

Para começar, as pessoas não são iguais e cada um possui seu estilo de vida, personalidade, organismo e histórico genético, capaz de apresentar os mais variados resultados metabólicos. Há também a influência dos aspectos emocionais, capazes de interferir diretamente nos resultados das dietas.

Por todas essas diferenças, cada pessoa pode ter uma reação específica com um regime alimentar, inclusive proporcionando um perigoso desequilíbrio no corpo a partir do seu déficit nutricional.

Pessoas que se influenciam pelas dietas da moda costumam apresentar o efeito sanfona como sintoma, alternando estados de emagrecimento com os de engorda, capazes de gerar frustrações e outros distúrbios físicos e emocionais. Quanto mais restritiva for a alimentação, maior será a vontade de comer quando a dieta terminar ou der uma trégua, fazendo com que o peso volte e até aumente.

Os benefícios de uma dieta

Nem todas as dietas da moda são negativas. Algumas realmente são capazes de ajudar no processo de emagrecimento e proporcionar uma vida mais sadia com o equilíbrio alimentar.

O nutricionista tem papel fundamental na hora de fazer a escolha da dieta, já que ele pode oferecer as informações nutricionais e identificar as necessidades do corpo para conferir se vale a pena ou não a opção desejada.

O especialista avaliará as atividades cotidianas do paciente, e suas perdas nutricionais, para indicar o que poderá ajudá-lo a diminuir as medidas com saúde. O importante é que a dieta escolhida apresente mais benefícios para a saúde, sem trazer danos.

Mas nem sempre as dietas tem o intuito de emagrecimento. Muitas surgem para realinhar os hábitos alimentares, bastante alterados pelas rotinas desenfreadas e a inclusão de alimentos ricos em gordura, como encontradas nos fast foods. Esses hábitos são os principais motivadores para o surgimento de doenças cardiovasculares e entre outras.

De fato, o consumo frequente de determinados alimentos ajuda a combater alguns tipos de cânceres e doenças degenerativas como o Mal de Parkison e Alzheimer.

1ª Convenção Nacional de Vendas Olivenza

A Olivenza Indústria de Alimentos recebeu representantes e vendedores de todo o Brasil em sua 1ª Convenção Nacional de Vendas, que aconteceu na sede da indústria, em Mongaguá (SP), em 11 de agosto.

Os representantes tiveram a oportunidade de conhecer todo o complexo industrial da Olivenza, incluindo a nova fábrica que, a partir de 2018, produzirá doces e geleias. Também foram apresentados os planos da Olivenza para os próximos anos e os novos rótulos dos azeites Olivenza e Malaguenza Extra Virgem, Tipo Único e Composto.  Além do lançamento da nova marca premium Casa Medeiros.

 

Molho Shoyu: Benefícios e prevenções

Beautiful Woman with Healthy Long Hair

Geralmente utilizado na culinária japonesa, o Molho Shoyu ganhou seu espaço em outras receitas do nosso dia-a-dia e, consumido de forma moderada e balanceada, pode trazer benefícios para nossa saúde.

Derivações do molho Shoyu e seus benefícios

O Molho Shoyu é preparado com grãos de soja fermentados e salgados na salmoura, por isso, segundo nutricionistas, o molho contém os mesmos benefícios do grão, ou seja, é rico em proteínas, ferro, cálcio e vitaminas do complexo B, que são responsáveis por causar efeitos benéficos ao sistema nervoso e disposição mental. Além disso, a soja e seus derivados têm ação antioxidante e pode previnir doenças como osteoporose, câncer de mama e de colo de útero. Por esses motivos, podemos afirmar que o Molho Shoyu é benéfico para a saúde, porém quando consumido de forma moderada.

Por que não podemos consumir muita quantidade de Molho Shoyu diariamente?

A quantidade de sódio presente no molho é enorme, devido a forma de ser obtido, que é a partir de fermentação de grãos de soja com trigo e sal ou cevada e sal. Por isso, pessoas que sofrem com a hipertensão devem se atentar em não consumir com exageros, já que a ingestão do sódio causa aumento a pressão arterial e também doenças cardiovasculares.

Podemos substituí-lo?

Para aqueles que não abrem mão do gostinho do Molho Shoyu, mas se preocupam com a saúde, há outras alternativas. Uma delas é usar o Molho Shoyu Light Olivenza, que contém menor teor de sódio, e ao utiliza-lo, pode-se deixar o alimento sem sal.

Agora que você já conhece os benefícios e as restrições do Molho Shoyu, que tal conhecer o Molho Shoyu Light Olivenza e deixar suas refeições ainda mais saborosas?

Dicas de alimentação para ter uma pele saudável

olivenza-blog-setembro-01
Alimentação saudável é um dos segredos para uma pele bonita

Nem todos sabem, mas os alimentos que comemos têm muita influência na saúde da derme. Uma dieta nutritiva pode melhorar e muito o aspecto da cútis, bem como sua elasticidade e auxiliar na redução da oleosidade, por exemplo. Assim, é importante saber quais os melhores alimentos para ter uma pele bonita.

Como alimentar-se para ter uma pele saudável

Os alimentos ricos em antioxidantes são os melhores para garantir a saúde da derme. Eles protegem as células e evitam o envelhecimento prematuro, muitas vezes causado pela exposição aos radicais livres. Assim, é importante a ingestão de:

– Vitamina C: frutas, brócolis e pimentão vermelho;
– Beta-caroteno: cenoura, abóbora, espinafre e plantas verdes;
– Vitamina E: cereais, sementes e nozes; e
– Selênio: pão integral, atum, carne de peru.

Os líquidos também são fundamentais para manter uma pele saudável. Eles devem ser ingeridos com frequência para que a derme esteja sempre saudável. Alguns desses líquidos são:

– Chá verde: com propriedades anti-inflamatórias, protege a membrana celular e diminui o risco de câncer de pele; e
– Água: fundamental para o funcionamento do corpo de maneira geral e mantém a pele hidratada.

Apesar de o nome parecer negativo, algumas gorduras também podem contribuir com a pele. As chamadas “gorduras saudáveis” mantêm as membranas celulares protegidas e com saúde, auxiliando na saída dos resíduos das células. Elas são encontradas em

– Ômega 3: sardinha, salmão, nozes, semente e óleo de linhaça;
– Frutos secos: abacate;
– Óleos saudáveis:Inclua os azeites Olivenza na sua alimentação diária, contém muitas propriedades benéficas para o organismo.

DIETA DUKAN

Olivenza-Blog-Agosto
Quando bate a vontade ou necessidade de perder peso, o caminho mais comum que as pessoas procuram são as dietas, especialmente aquelas que já estão prontas e explicadas em algum lugar. Se tiverem sido a aposta de alguma celebridade então, o sucesso é muito maior! Esse é o caso da Dieta Dukan, que caiu nas graças de muita gente depois que se tornou pública a informação de que foi com ela que a duquesa Kate Middleton conquistou a silhueta para o seu casamento.

A Dieta Dukan e suas 4 fases

Esse método foi criado por um médico francês chamado Pierre Dukan, na ocasião em que ele atendeu um paciente que estava muito acima do peso e que não conseguia emagrecer. Diz a história que com cinco dias aquele homem já conseguiu eliminar cinco quilos, o que fez com que aos poucos a dieta fosse se popularizando.

A base do método Dukan é uma alimentação natural, com muitas proteínas, pouca gordura e atividade física. Tudo aquilo que já é senso comum quando o assunto é emagrecimento, mas sistematizado de uma forma diferente e que pode ser muito eficiente.

A maior característica da dieta Dukan é o fato de ser dividida em quatro fases: as duas primeiras são para perder peso propriamente, as últimas são para manter a nova forma.

1. Fase de ataque: dura sete dias, nos quais é possível eliminar até cinco quilos. São liberados 66 alimentos de alto teor proteico e que podem ser consumidos à vontade;

2. Fase do cruzeiro: além dos alimentos permitidos anteriormente, entram verduras, legumes e outras 100 opções. Essa fase deve continuar até a pessoa atingir o peso desejado. Ressalte-se que o emagrecimento será naturalmente mais lento, ficando em torno de um quilo a menos por semana;

3. Fase de consolidação: entram mais 100 alimentos, entre eles, os carboidratos (integrais, é claro). Os queijos e frutas também começam a fazer parte do cardápio! A perda de peso fica um pouco mais lenta, em média, um quilo a cada dez dias;

4. Fase de estabilização: na última etapa a alimentação é livre, mas a pessoa provavelmente estará muito mais moderada, porque percebeu que isso é possível nas fases anteriores. As únicas exigências são focar no consumo de proteínas uma vez por semana, ingerir três colheres de sopa de farelo de aveia diariamente, caminhar vinte minutos por dia.

Pontos positivos e negativos

As principais vantagens da dieta Dukan são a possibilidade de eliminar muitos quilos em pouco tempo, além disso, ela não limita a quantidade de alimentos que pode ser ingerida. Por outro lado, nas primeiras fases, quando não há carboidrato, a pessoa pode sentir fraqueza, tontura e até sofrer desmaios. Não é recomendável começar nenhuma dieta sem consultar um nutricionista.Para manter uma alimentação sempre saudável, o Azeite Extra Virgem Espanhol Olivenza é uma ótima pedida. Tempera a salada adicionando um toque de sabor e ainda ajuda no aumento do colesterol bom, entre tantos outros benefícios. Com ou sem dieta, não deixe de experimentar esse produto.

GOIABA: SABOR E MUITOS BENEFÍCIOS NA SUA ALIMENTAÇÃO

Olivenza-Blog-Agosto-1
Doce, suculenta, barata e a cara do Brasil: a goiaba é uma fruta tropical que, além de ser muito saborosa, é rica em nutrientes. Por ter um gosto bem adocicado, ela é perfeita para quem está de dieta, tentando cortar o açúcar, mas sente vontade de comer um docinho de vez em quando. Nem sempre essa fruta recebe o seu devido valor, mas hoje vamos explorar um pouco mais os seus pontos positivos.

A goiaba e suas maravilhas para a saúde

De início, já é bom avisar que ela contém uma quantidade enorme de vitamina C, mais do que a própria laranja, que sempre leva esse mérito! Para se ter ideia, a concentração desse nutriente em uma goiaba pode chegar a ser 3 vezes mais do que a necessidade diária de um adulto, aproximadamente 228 gramas. Por isso, seu primeiro benefício é fortalecer o sistema imunológico, prevenindo gripes e resfriados.

Ela também é fonte de antioxidantes, portanto, ajuda a prevenir o envelhecimento precoce, alguns tipos de câncer e doenças cardíacas. Essa fruta contém licopeno em sua composição, uma substância com ação antitumoral, especialmente eficiente na prevenção ao câncer de próstata.

Por possuir uma série de gorduras boas, a goiaba promove uma limpeza das toxinas presentes no cólon e, com isso, acaba evitando também o desenvolvimento de câncer nessa região. Apesar de ser doce, ela é muito indicada para pessoas diabéticas, porque tem grandes quantidades de fibras alimentares, que ajudam a diminuir os picos de açúcar no sangue.

Outros benefícios da fruta para a saúde incluem:

• Ajuda a regular a pressão arterial, porque é rica em potássio, que mantém o nível de sódio baixo, o verdadeiro vilão dos hipertensos;

• Contribui com a saúde dos olhos, melhorando a visão, prevenindo a catarata e a degeneração macular;

• Protege a pele tanto de doenças mais graves, como o câncer, quanto de pequenas lesões provenientes da acne;

• Aumenta a produção de sangue;

• Melhora a absorção do ferro dos alimentos, evitando a anemia.

Goiaba engorda?

Muitas pessoas têm essa dúvida por conta do sabor da goiaba, mas a boa notícia é que a resposta é não! Para você ter ideia, uma fruta de 100 gramas, que é relativamente grande, fornece cerca de 50 calorias. Além disso, a concentração de gordura é quase nula e a saciedade que ela oferece é imensa, por conta das fibras que existem em sua composição.

A cada 100 gramas de goiaba, cerca de 7 são de fibras, a quantidade é maior do que a existente na maçã e na banana, por exemplo, que são mais procuradas por essa propriedade. Além de prolongar a saciedade, essas fibras também ajudam a regular o funcionamento do intestino, eliminando o inchaço. Isso sem contar com o fato de que contribuem para limpar o organismo do colesterol ruim.

Para consumir a goiaba de uma forma diferente, como sobremesa, que tal conhecer a goiaba em calda da Olivenza? É uma opção deliciosa e que entrega muitos desses benefícios que foram citados aqui. Experimente, a sua família com certeza vai adorar!

POR QUE E COMO INCLUIR ANTIOXIDANTES NA MINHA ALIMENTAÇÃO?

antioxidante-na-alimentacao-01
Uma alimentação saudável é aquela que fornece os nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo e esse conceito, certamente, envolve os antioxidantes. Essas substâncias, que estão presentes em determinados alimentos, podem trazer benefícios incríveis ao corpo humano. Saiba mais sobre o assunto e veja como incluir no cardápio.

Benefícios dos antioxidantes

Os benefícios mais representativos dos antioxidantes são os seguintes:
• Combatem inflamações no organismo;
• Ajudam a prevenir uma série de doenças cardiovasculares, como a aterosclerose;
• Ajudam a prevenir o câncer;
• Previnem o envelhecimento precoce, combatendo seus sinais, como as rugas e a flacidez da pele;
• Limpam o organismo;
• Previnem doenças degenerativas, como o Mal de Alzheimer;
• Colaboram com a beleza dos cabelos.

Mas como eles fazem tudo isso? Basicamente, todos esses benefícios estão relacionados a uma mesma função dos antioxidantes: eles combatem a formação de radicais livres no organismo, que nada mais são do que moléculas resultantes dos processos metabólicos, muito instáveis e reativas, que atacam outras moléculas, na tentativa de ganharem estabilidade. Essas outras moléculas vão se transformando também em radicais livres, promovendo um “efeito cascata”.

O problema não é apenas esse efeito, mas sim que esses radicais livres provocam efeitos colaterais que podem ser muito maléficos para o organismo. Muitos tipos de câncer se desenvolvem depois de reações dessas moléculas com o DNA, por exemplo. Além disso, eles também provocam o envelhecimento das células e isso provoca não apenas sinais visíveis (como as rugas), mas aumenta consideravelmente as chances de o indivíduo ter doenças cardíacas e outras, como Mal de Alzheimer e Mal de Parkinson.

Portanto, evitando que os radicais livres sejam formados e entrem em ação, os antioxidantes estão livrando o seu organismo de todas essas reações indesejáveis. Portanto, vale muito a pena poder contar com eles!

Como consumir antioxidantes

E já que eles são tão importantes, fica a dúvida: como garantir que o seu corpo seja abastecido de antioxidantes? Felizmente, é mais fácil do que pode parecer! Vários alimentos (muito saborosos, inclusive) são ricos em substâncias antioxidantes, como vitamina A, vitamina E, selênio, zinco, ômega 3, carotenoides e outros.

Aposte em alimentos como aveia, frutas cítricas, frutas vermelhas, linhaça, peixes variados (principalmente sardinha, salmão e atum), sementes de abóbora, pepino, melão, mamão, abacaxi, cenoura, carnes, frutas vermelhas, batata doce, tomate e outros. Prefira sempre o consumo mais natural possível, pois quanto mais processado é um alimento, maiores são as chances de ele ter perdido algumas propriedades.

O azeite de oliva é uma importante fonte de antioxidantes também, além de ser rico em gorduras monoinsaturadas (gorduras boas), especialmente o extra virgem. Você pode consumir duas colheres ao dia, sem esquentar, por isso que uma indicação é sempre utilizá-lo para temperar as saladas.

A Olivenza tem uma grande quantidade de azeites de oliva em seu portfólio de produtos, mas hoje indicamos o extra virgem espanhol, com grau de acidez de apenas 0,5%. A lata de 500 ml é ideal para quem quer começar a incluir o produto na alimentação diária aos poucos ou para famílias menores. O sabor é delicioso!

Alimentos em conserva: saiba quais são os benefícios

Alimentos-em- conserva-saiba-quais-sao-os-beneficios-01
As conservas estão sempre presentes na mesa dos brasileiros. Isso porque são consideradas muito saudáveis e, por deixarem os alimentos com sabor mais azedo, costumam ser as preferidas de quem tem paladar aguçado. Entretanto, algumas pessoas têm medo destes alimentos fazerem mal para o estômago ou que não estejam dentro da dieta. Confira algumas informações importantes sobre os alimentos em conserva.

– Sem restrições: Todo mundo pode ingerir conservas, desde que não tenham alergia ou contraindicações relacionadas ao alimento utilizado na conserva. Apesar de não ser uma comida propriamente in natura, eles também possuem nutrientes que auxiliam no bom funcionamento do organismo.

– Praticidade: Assim como são deliciosas, as conservas também são extremamente práticas na hora de preparar as refeições. Com a correria do dia a dia, é muito interessante apostar em alimentos que têm preparo rápido – neste caso, basta apenas servir – e que, ao mesmo tempo, são saudáveis. Além disso, as conservas costumam ter um bom prazo de validade, sem ter a pressa de serem aproveitadas rapidamente e ainda podem ser guardados na geladeira e servidos novamente após dias com a embalagem aberta.

– Cuidados: Apesar de serem alimentos muito saudáveis, é muito importante verificar na embalagem de onde vêm os alimentos, a data de validade e tomar cuidado com possíveis contraindicações. O ideal é que as comidas não sejam conservadas com açúcar e sódio, que acabam produzindo toxinas que prejudicam o organismo. Tudo isso se resolve ingerindo alimentos em conserva de uma marca de confiança, tradicional e que tenha qualidade garantida.

– A água da conserva: Há muitos fatos divulgados em sites especializados em saúde sobre a água da conserva. Em primeiro lugar, é fundamental saber que essa água não pode ser reutilizada na produção de outras comidas. Além disso, também é indicado que os alimentos em conserva sejam retirados do recipiente em que vem e que esta água seja trocada. No caso do palmito, nutricionistas afirmam que seja passada água corrente após abrir a embalagem com esse alimento. Dessa maneira, é possível remover um pouco do teor de sódio presente na conserva.

Conservas Olivenza

Os alimentos em conserva são muito saudáveis e infinitamente saborosos. Porém, como vimos, é fundamental que eles tenham qualidade garantida para que não causem intoxicação alimentar ou outros. Assim, na hora de comprar uma conserva, é imprescindível se certificar de que seja de marca confiável.

Ao longo dos anos, a Olivenza se tornou referência em produtos alimentícios como azeites, azeitonas, frutas em calda, geleias, molhos, condimentos, compostos e, principalmente, conservas. A empresa atua no Brasil há mais de 50 anos e é preferida dos brasileiros quando se trata de alimentos em conserva.

A Olivenza trabalha com oito tipos de conservas, que estão disponíveis em embalagens de 100 gramas e de 2 quilos. São elas: as alcaparras, as cebolinhas, os cogumelos inteiros, os cogumelos fatiados, os pepininos, os pickles, as pimentas biquinhos e os tomates secos. Todos com o selo Olivenza de qualidade e satisfação garantida.

Colesterol conheça este vilão e como combate-lo.

Depositphotos_14033997_original-01
Manter os níveis de colesterol dentro do que é indicado pela medicina pode ser um desafio para muitas pessoas. Alterações nesses níveis podem ser perigosas, desencadeando, inclusive, doenças no coração. O azeite de oliva é um grande aliado nesse quesito, veja a seguir como funciona.

Azeite de oliva equilibra HDL e LDL

Antes de tudo, o que é o colesterol? É um tipo de gordura produzido pelo próprio organismo e que está presente em certos alimentos, como ovos e carnes, por exemplo. Diferente do que muitos pensam, ele é essencial para o corpo, desempenhando funções importantes, como a produção de vitamina D e certos hormônios.

O LDL (colesterol ruim) é aquele que se deposita nas artérias, podendo causar seu entupimento. Por outro lado, o HDL (colesterol bom) realiza o processo inverso, retirando o excesso dessa gordura das vias arteriais. Portanto, o excesso de LDL e a falta de HDL são duas coisas perigosas.

O azeite de oliva extra virgem é rico em antioxidantes, que contribuem significativamente com a redução do LDL. Além disso, ele também é conhecido como o alimento que blinda o coração, justamente por prevenir doenças cardíacas por meio da regulação da pressão arterial.

Ao mesmo tempo, esse tipo de azeite também ajuda a elevar o HDL! Esse benefício está ligado ao fato de que ele é rico em gorduras monoinsaturadas, conhecidas como gorduras boas. Contém também vitamina E beta-sitosterol, substâncias que também colaboram com aumento do colesterol bom.

Para ter acesso a todos esses benefícios, médicos e nutricionistas recomendam que um indivíduo adulto consuma duas colheres de sopa de azeite de oliva por dia, cru, sem ser aquecido. Você pode usá-lo para temperar as saladas, por exemplo.

Outras formas de aumentar o HDL

As alternativas para baixar o LDL são mais populares do que aquelas que aumentam o HDL, não é? Mas agora, veja quais medidas você pode adotar no seu dia a dia para ficar com os níveis de colesterol bom dentro do que é adequado.

• Praticar regularmente exercícios físicos aeróbicos, que podem elevar em até 10% as taxas de HDL;

• Consumir outras fontes de gorduras boas, como nozes, amendoim, salmão, atum e outras;

• Adotar uma alimentação rica em fibras;

• Para quem está em situação de sobrepeso, emagrecer também é importante, especialmente para quem tem o IMC acima de 25;

• Fumantes quando abandonam o tabagismo podem ter um aumento de HDL de até 10%;

• Evitar o consumo em excesso de bebidas alcoólicas;

• Diminuir o consumo de carboidratos;

• Existem medicamentos capazes de aumentar o HDL, especialmente quando seu nível está muito abaixo do normal. Mas, para isso, é preciso de recomendação médica. Automedicação nunca é uma boa ideia.

Inclua um azeite de oliva de qualidade na sua alimentação diária. Uma boa opção é o extra virgem em lata de 500 ml da Olivenza. Um produto espanhol, com acidez de 0,5%, com poucas calorias e produzido com uma variedade especial de oliveiras. A Espanha é referência nesse tipo de produto, mas você pode ter ele na sua casa, aqui no Brasil!

Prêmio Quality

premio-quality-banner-01-01
Quando uma empresa faz seu trabalho com comprometimento e carinho, pensando sempre no consumidor, essa dedicação é reconhecida. Esse é o caso da Olivenza, que ganhou o Prêmio Quality na edição de maio de 2016, com premiação ocorrida no dia 6 de Maio de 2016.

O que é o Prêmio Quality e por que ele é importante?

Essa premiação já tem 45 anos de existência e seu maior objetivo é reconhecer as organizações que se destacam na atividade que executam e, por consequência disso, contribuem com o desenvolvimento econômico e social do país. É ratificada pela Sociedade Brasileira de Educação e Integração, e foi instituída pela International Quality Company. As contribuições que os organizadores do Prêmio Quality pretendem garantir às empresas e profissionais são nos seguintes aspectos:

*Excelência de qualidade
*Integridade do meio-ambiente
*Prosperidade do cidadão
*Competitividade nacional
*Vanguarda tecnológica

Ou seja, os organizadores do Prêmio Quality reconhecem, valorizam e fomentam todos esses pontos que devem nortear o trabalho de qualquer empreendedor.

O processo seletivo é bastante criterioso: a maior parte das organizações são indicadas por meio do site www.premioquality.com, para o Egrégio Conselho Nacional de Honrarias e Méritos do Prêmio Quality. Ao invés de um caráter de julgamento normativo, formado por critérios inflexíveis, a avaliação é qualitativa, concentrando-se, portanto, no nível de qualidade que aquela empresa conseguiu atingir até aquele momento.

Portanto, podem ser consideradas normas de gestão que o próprio empreendedor tenha desenvolvido e que se mostrem eficientes: implementação de normas ISO, que permitem que cada organização tenha suas características próprias respeitadas. É por isso que esse prêmio adquiriu um status de seriedade e realmente colabora com o desenvolvimento do país.

Entre os valores, que o próprio prêmio declara ter, estão sustentabilidade, responsabilidade social, transparência e cooperação.

Por que a Olivenza foi premiada?

A Olivenza está no mercado brasileiro dede 1964, fabricando diversos alimentos, com foco para o azeite de oliva. Sua área de atuação já é um destaque, uma vez que os benefícios que esse tipo de azeite proporciona para a saúde são enormes. Além disso, ano após ano a organização tem buscado progredir, especialmente na qualidade do produto e na relação com o consumidor. Em 2016, por exemplo, destacam-se os investimentos em marketing, reformulação de rótulos e criação de um site, onde as pessoas podem saber mais sobre a empresa e também ter acesso a informações úteis na manutenção da saúde e qualidade de vida.

Além disso, a Olivenza também se destaca pela prática constante de valores, como o foco no cliente, comprometimento, ética, transparência e responsabilidade. Distribuindo seus produtos no Brasil e no exterior, a visão da empresa está em se tornar referência como uma das maiores indústrias do seu setor.

E um dos produtos da empresa que representa toda essa qualidade que se pretende levar ao consumidor, está o pote de azeitonas verdes recheadas com pimentão, de 200 gramas. O aperitivo, além de saboroso, é rico em proteínas, vitaminas, potássio e outros nutrientes. Não possui colesterol, o que o torna um verdadeiro aliado da dieta. Sabor e saúde em um único produto.