Molho de Alho da Olivenza, Saboroso Demais, Experimente!

Conheça Nosso Molho de Alho e os Demais Produtos da Olivenza.

Experimente nosso molho de alho em sua salada ou lanche vai ficar muito saboroso.

Os molhos da Olivenza é ideal para realçar o sabor dos pratos mais variados.
Pratos preparados com todo amor e carinho terão um toque especial.
Chame toda a família para degustar um belo banquete temperado com os molhos Olivenza.

Vai Ficar Tudo MUITO MAIS Gostoso, Sua Família Merece, Experimente!!!

Conheça Nossos Azeites:

Molhos

molho de alho

Azeites de Oliva, Esclarecimento aos Consumidores.

Azeites e Produtos da Olivenza São de Total Confiança!!!

Em comunicado, a Olivenza afirma: “Nós da OLIVENZA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS LTDA”, estamos à disposição para análises necessárias dos órgãos competentes de avaliação dos produtos, afinal, primamos pela qualidade atendendo sempre a todos pré-requisitos exigidos. Em direito de resposta, informamos que todos os nossos produtos são aprovados pela ANVISA.

Os produtos citados nestas matérias foram retirado do mercado assim que foi constatados problemas nos lotes citados e também da nossa linha de produtos, sempre prezamos pela qualidade e bem estar dos nossos consumidores, podem continuar a consumir nossos produtos que são de altíssima qualidade.

A OLIVENZA foi a primeira empresa a ser notificada pela ANVISA, e a PRIMEIRA A SER APROVADA pelo mesmo órgão competente de fiscalização. Sendo usada como referência em palestras pela sua modernidade e atendendo todas as exigências rigorosamente solicitadas.

Não estamos nos isentando do problema ocorrido, estamos fazendo de tudo para reverter essa situação que está trazendo enormes prejuízos para a empresa, tais como para a região de Mongaguá onde residimos, tivemos que diminuir o quadro de funcionários etc…

Passamos por uma REESTRUTURAÇÃO TOTAL, modernizamos toda a fábrica, adquirimos equipamento de ponta, mão de obra altamente capacitada, estamos 100% aptos a oferecer produtos de altíssima qualidade e com procedência garantida aos nossos consumidores fiéis.

A OLIVENZA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS LTDA está a mais de 50 anos no mercado no segmento de azeites e azeitonas, temos uma linha muito diversificadas de produtos em nosso portfólio e sempre oferecendo o que temos de melhor para nossos consumidores, confira…( http://www.olivenza.com.br/#produtos ).

).

NÓS DA OLIVENZA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS LTDA, ESTAMOS DISPOSTOS A ESCLARECER QUALQUER DÚVIDA SOBRE NOSSOS PRODUTOS OU EMPRESA,
ENTRE EM CONTATO PELO EMAIL: SAC@OLIVENZA.COM.BR

Abaixo o link para os laudos de aprovação da Olivenza, Acesse!
www.olivenza.com.br/laudodeliberacao/olivenza-industria-de-alimentos-ltda-ficha-de-procedimentos.pdf

 

Azeites de Confiança
Azeites de Confiança

 

O que é Dieta Paleolítica?

Dieta Paleolítica - Olivenza

Essa dieta tem como objetivo se alimentar como o “homem das cavernas”, com alimentos da terra, de caça e pesca.

Nada de açúcar, massas, leguminosas, cereais, grãos, laticínios e alimentos processados, porque foram introduzidos recentemente em nossa alimentação. Por essa razão, a dieta Paleo propõe uma alimentação baseada nos hábitos alimentares de nossos ancestrais de milhares de anos atrás.

Como funciona?

Não há uma maneira “certa” de comer, pois os nossos ancestrais comiam dependendo do que estava disponível no momento. A base da dieta é o consumo de proteínas, ou seja, está liberado comer carnes de diversos tipos de animais, à vontade, pois são fontes de proteína e fazem parte da composição muscular e recuperação dos tecidos, além de serem substrato para produção de hormônios, enzimas, anticorpos e outros agentes metabólicos.

Outros itens, como: ovos, hortaliças, sementes, frutas, nozes e castanhas devem ser a base da sua alimentação, tudo sem contar calorias, esqueça isso. Coma até que sua fome desapareça completamente, mas sem exagerar.

Gorduras saudáveis

Importante lembrar da importância das gorduras encontradas no abacate, no azeite Olivenza, óleo de coco, ômega 3, sementes de linhaça entre outros.

Tire da dieta

Naquela época o homem não contava com cozinha e equipamentos modernos para preparar as refeições. Também não plantava grãos e tampouco moía esses mantimentos, portanto, tais alimentos devem ser riscados do cardápio Paleo, bem como as massas – inexistentes na época. As fontes de carboidratos devem ser apenas naturais.

E para a preparação das carnes e tudo o que for comer, use sempre os azeites Olivenza!

Veja nossos azeites no site: http://www.olivenza.com.br/azeites/

Receita de Brusqueta

receita brusqueta azeite malaguenza

Chegou visita em casa e você não sabe que aperitivo fazer? Que tal servir brusquetas? Uma receitinha fácil que não exige tempo e tampouco inúmeros ingredientes. Com certeza agradará a todos. Então, tome nota e mão na massa:

Ingredientes

4 fatias de pão francês (preferência amanhecido) pode ser pão italiano também. Corte no sentido da largura;
2 tomates italianos;
Azeite de oliva Malaguenza da Olivenza;
2 dentes de alho;
1 colher de sopa de orégano;
2 colheres de sopa de manjericão;
1 colher de sopa rasa de açúcar;
Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo

1- Corte o pão em fatias, formando rodelas de aproximadamente 1 dedo de espessura.

2- Regue cada fatia com um fio de azeite Malaguenza, nos dois lados.

3- Leve ao forno preaquecido em 200°, por aproximadamente 5 minutos, apenas para dourar levemente.

4- Enquanto isso, em uma frigideira coloque um fio de azeite Malaguenza, frite o dente de alho, adicione o tomate picado, o açúcar e tempere com sal, orégano e pimenta do reino. Desligue o fogo e adicione algumas folhas de manjericão picadas e misture.

5- Retire as fatias do forno e cubra cada uma com o recheio de tomate.

6- Salpique folhas de manjericão, regue com azeite e sirva a seguir.

Sirva ainda quente e aproveite a receita com seus convidados. Outra dica: deixe a garrafa de azeite Malangueza disponível para quem quiser deixar mais molhadinha a brusqueta.

Receita simples e deliciosa para aproveitar a tarde! Não esquecendo de sempre usar a qualidade Olivenza para o preparo de seus pratos. Veja mais no nosso site: www.olivenza.com.br

Benefícios do Pepino

Benefícios pepinho Olivenza

Delicioso e um dos melhores complementos de sanduíches e aperitivos, o pepino é muito mais do que um alimento saboroso. Aqui na Olivenza ele é ainda melhor, já que é produzido somente a partir dos melhores vegetais e temperos, resultando em um produto superior para sua mesa.

Além de gostoso, ele contém muitos benefícios e nós listamos alguns:

1. Baixa caloria

Um dos pontos positivos do pepininho Olivenza é que você pode consumir sem culpa. Por se tratar de um vegetal, ele possui baixa caloria e não engorda. Mesmo quando presente em conservas, pois a salmoura e os temperos utilizados no processo não aumentam seu teor calórico. Então pode acrescentar em sua dieta sem medo!

2. Alto poder de nutrição

O pepino é um alimento muito rico e repleto de vitaminas K, A, C, potássio, entre outros. Ele ainda possui antioxidantes que protegem o organismo e ajudam a combater o envelhecimento precoce.

3. Diminui as náuseas

Se você é do tipo de pessoa que costuma sofrer com náuseas e enjoos, o pepininho Olivenza pode ajudar a aliviar esses sintomas. Isso acontece porque sua textura e sabor azedo, aliados ao sal conseguem diminuir o mal-estar de forma bastante rápida. Não é à toa que as grávidas adoram esse alimento!

4. Controla o açúcar do sangue

O próprio pepino já ajuda a controlar o açúcar e, quando combinado com outros ingredientes presentes nas conservas, é capaz de ajudar ainda mais a controlar os níveis do açúcar no sangue. Ou seja, o pepininho é também um excelente alimento para diabéticos ou pessoas que desejam controlar o peso.

Inclua-os no seu dia a dia e em refeições da sua família. Para ajudar você nesta tarefa, nós da Olivenza, separamos duas receitas fáceis, nutritivas e deliciosas, que podem ser colocadas em prática agora mesmo. Bom apetite!

Salada de Macarrão com Pepino

Ingredientes:

– 2 pepininhos em conserva Olivenza picados
– 4 rabanetes cortados em fatias finas
– 1⁄2 xícara de vinagre
– 400 g de massa curta cozida al dente
– Azeite de oliva, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Retire o excesso de líquido dos pepininhos Olivenza e dos rabanetes. Misture tudo em uma vasilha e tempere a gosto. Está pronto para servir!

Patê de Pepininho Olivenza

– 2 cenouras raladas
– 4 pepinos em conserva Olivenza picados
– 4 colheres de sopa de maionese
– 1 colher de sopa de suco de limão

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes, colocando o suco de limão aos poucos até encontrar o sabor desejado. Sirva como acompanhamento de aperitivos e sanduíches.

Aproveite os benefícios, a qualidade e o sabor dos pepininhos Olivenza e prepare incríveis receitas!

Erros alimentares que prejudicam o crescimento muscular

Erros alimentares que prejudicam o crescimento muscular

Entre tantas razões que levam uma pessoa a prática de atividades físicas na academia, o crescimento muscular é um dos mais populares. Para que este objetivo seja conquistado, é preciso focar em uma rotina de exercícios e ainda ajudar o corpo a chegar a este resultado, através do consumo de alimentos que promovam a diminuição da gordura. Mas será que isso basta para garantir uma musculatura mais forte?

A seguir, confira quais são os principais erros cometidos na alimentação por pessoas que frequentam a academia e que desejam o fortalecimento muscular. Veja a seguir:

1. Exagerar nas proteínas e cortar carboidratos

Sem dúvidas você já deve ter ouvido falar neste mito da alimentação de quem faz academia: consuma proteínas e o resultado virá. Aí, cria-se um cardápio repleto de carne, principalmente frango, esquecendo-se completamente de algo que possa balancear esse excesso.

É claro que as proteínas são importantes para o músculo, já que são elas que formam toda a massa dentro do organismo. Porém, sozinha, ela pouco efeito já que necessita do carboidrato para ser assimilada pelo seu corpo. Além disso, quando em quantidades muito elevadas, a proteína pode causar danos aos rins, ao intestino e outros órgãos.

2. Esquecer da diversificação de alimentos

Até quem conhece a máxima da proteína com o carboidrato costuma cometer erros. É muito comum que os frequentadores da academia se mantenham firmes ao cardápio de batata-doce com frango grelhado todos os dias, sem nenhuma variação de vitaminas. O organismo precisa de diferentes vitaminas e minerais para funcionar bem e por isso, quanto mais variada for sua alimentação, melhor para a sua saúde como um todo.

3. Cortar a gordura por completo

Há quem veja a gordura como o maior inimigo dos resultados na academia e este é um dos erros mais comuns. Quando bem equilibrada com o restante da alimentação torna-se o combustível que falta para aguentar bem os exercícios e conquistar, os resultados com mais facilidade.

4. Pular refeições

Este é um dos erros mais praticados por pessoas que querem fortalecer os músculos ou emagrecer. Pular refeições só vai fazer com que seu corpo queime a energia que possui internamente, afetando diretamente os músculos que resulta em perda de massa magra.

5. Exagerar nos suplementos

Quem busca por resultados rápidos acaba acreditando em milagres que podem fazer mais mal do que bem. É o caso dos suplementos, principalmente aqueles enriquecidos de proteína, facilmente encontrados no mercado.

Este tipo de suplemento pode até ajudar, mas o excesso pode trazer ainda mais problemas do que soluções, já que afeta diretamente os rins, fígado e outros órgãos do corpo.

O segredo, portanto, para não cometer erros é buscar uma alimentação equilibrada, variada e rica em nutrientes. Com isso, seu corpo vai garantir a energia e a força necessária para praticar as atividades físicas desejadas e, finalmente, conquistar os músculos fortes que busca.

Prepare alimentos saudáveis com os produtos da Olivenza! Entre em nosso site e veja a variedade de azeites, óleos e conservas que pode agregar em sua dieta: www.olivenza.com.br

O sabor da Azeitona Recheada

Azeitona Recheada Olivenza

Frutos da oliveira, as azeitonas verdes são um dos ingredientes mais utilizados na culinária. Com sabor único e marcante, os frutos têm 25% de sua composição como o azeite de oliva com grandes benefícios a saúde.

As azeitonas recheadas com pimentão são feitas para paladares que sabem apreciar ingredientes de alta qualidade. Mas é preciso adquirir um produto em que sua origem seja explícita e de alto rigor na sua produção, como é o caso dos produtos Olivenza.

Coloração e preparo das azeitonas

A coloração das azeitonas varia do verde aos tons acinzentados, dourado, castanho-claro, roxo ou preto. Quanto mais escuro mais tempo o fruto maturou no pé.

Para que uma azeitona esteja apropriada para consumo ela precisa passar por alguns processos, como o criado pela região de Algarve, em Portugal. Para tirar o amargor típico, as iguarias ficam por dias imersas na água com sal. Depois de um tempo curtidas elas passam por água fervente e, posteriormente, em outra água com temperatura ambiente, mas já temperada com especiarias.

Receitas com azeitonas recheadas

As azeitonas verdes recheadas com pimentão da Olivenza são muito mais do que meros aperitivos. Matérias-primas de primeira qualidade, elas podem fazer parte de pratos da alta gastronomia.

Além de saborosas, podem ser aliadas à boa saúde por não possuírem colesterol e serem ricas em sais minerais como cálcio, sódio e potássio, ácidos graxos insaturados, proteínas e vitaminas.

Selecionamos três receitas especiais com as Azeitonas Recheadas com Pimentão da Olivenza, para agradar a família toda:

1 – Arroz refogado com azeitonas recheadas

Ótimo para acompanhar peixes e assados, o arroz refogado com azeitonas recheadas é fácil e rápido de fazer.

Separe duas xícaras de arroz, meia cebola picada, dois dentes de alho amassados, uma cenoura ralada, dez azeitonas recheadas com pimentão Olivenza, duas colheres de azeite e quatro xícaras de água.

Numa panela, doure a cebola, o alho, as azeitonas e a cenoura no azeite para, então, acrescentar o arroz lavado e escoado. Doure-o nessa mistura e acrescente a água deixando a panela entreaberta ou com uma tampa específica para arroz, por uma média de 20 minutos. Após esse tempo, a água já terá cozinhado o arroz. Desligue o fogo e deixe a panela fechada por mais cinco minutos para manter o cozimento.

Sirva em seguida, ainda quente.

2 – Polenta com azeitona recheada com pimentão

Separe 100 gramas de polenta, 20 g de azeite, 200 ml de água e 30 g de azeitonas recheadas com pimentão Olivenza.

Deixe a água ferver para então, incluir o azeite e a polenta, sempre mexendo para não criar caroços e manter a massa lisa. Quando já estiver cremosa tendendo para dura, coloque numa forma quadrada ou retangular. Espere esfriar e corte em cubos. Frite no azeite e sirva com azeitonas recheadas com pimentão, espetadas.

3 – Azeitonas recheadas

As azeitonas recheadas são muito saborosas e ficam ótimas como acompanhamento de pratos ou como petiscos.

Separe 200 g de azeitonas recheadas com pimentão Olivenza, uma xícara de farinha de trigo, uma xícara de farinha de rosca, uma colher de sopa de queijo ralado, dois ovos inteiros batidos e óleo para fritar.

Misture bem o queijo ralado na farinha de rosca e, em seguida, escorra bem as azeitonas para ficarem o mais secas possível. Passe-as na farinha de trigo, depois nos ovos batidos e, por último, na mistura de farinha com queijo ralado. Esse processo pode ser feito mais de uma vez, para deixar as azeitonas ainda mais crocantes. Por fim, é só fritá-las em óleo bem quente até dourar.

Viu só como as azeitonas recheadas da Olivenza são versáteis para diversos tipos de pratos? Que tal agora experimentar uma dessas receitas deliciosas? Entre em nosso site www.olivenza.com.br.

Sobremesas light para comer sem culpa

Dicas sobremesas light Olivenza

Estamos em dezembro, último mês do ano e, com as festas de Natal e Réveillon chegando, trazendo com elas a diversidade de pratos saborosos, muita gente se priva de saborear as quitutes por conta da dieta.

Para não ficar só na vontade, selecionamos receitas saborosas para você aproveitar sem medo de sair da linha na dieta. Então, coloque as mãos na massa e aproveite.

1 – Petit gateau de banana

Ingredientes:

1 ovo inteiro;
2 gemas;
100 g banana nanica bem madura (1 unidade grande cortada em rodelas);
1/3 xícara (chá) suco de laranja;
1 colher de sopa açúcar demerara;
1 colher de sopa manteiga ghee (ou Óleo de coco);
1 colher de sopa farinha de arroz.

Modo de preparo:

Cozinhe a banana em rodelas com o suco de laranja até que se desmanche (aproximadamente 15 minutos).
Acrescente a ghee (ou óleo de coco), o ovo, as gemas e a farinha de arroz e misture até obter uma massa homogênea Despeje a massa nas forminhas untadas com ghee e farinha de arroz.

Leve ao forno preaquecido em 200 graus por 7 minutos. Atenção: as laterais ficarão mais resistentes e o meio mole.

Prontinho! Agora é só servir.

2- Trufa no copinho

300 g de abacate;
150 g de chocolate amargo sem leite na composição (60%de cacau ou mais);
45 g de açúcar demerara;
20 g de cacau em pó;
Framboesa e nibs de cacau para finalizar (opcional).

Modo de preparo:

Derreta o chocolate em banho-maria e misture o açúcar enquanto ele ainda estiver quente, para ajudar a derreter os cristais.
Adicione todos os ingredientes em um processador ou liquidificador e bata até obter uma textura homogênea.
Se quiser, utilize um saco de confeitar para colocar nos copinhos. Finalize com pedacinhos de framboesa e cacau nibs ou o confeito que achar ideal.

3 – Mousse de manga com gengibre e hortelã

Ingredientes:

2 mangas grandes picadas;
1 copo de iogurte natural desnatado;
1⁄2 caixinha de creme de leite light;
1 colher (café) de gengibre em pó;
8 folhas de hortelã;
5 colheres (sopa) de adoçante em pó para uso culinário (ou a mesma quantidade de açúcar).

Modo de preparo:

Bata os ingredientes acima no liquidificador.
Em seguida, prepare 1⁄2 pacotinho de gelatina sem sabor conforme as instruções da embalagem. Junte à mistura e bata novamente. Coloque em taças ou em um recipiente único e leve para gelar por pelo menos 2 horas.

Na hora de servir, enfeite com chantilly e uma folhinha de hortelã.

4- Creme de papaia

Ingredientes:

1/2 Mamão papaia congelado (cortado com cubos sem casca);
1 pote (100g) de Iogurte grego desnatado;
1 colher sopa Farinha de Aveia (ou Linhaça);
1 colher sopa Proteína de arroz (ou Whey protein) sabor Baunilha (Opcional);
Água gelada (o quanto baste para ajudar a bater);
Sementes de chia e Mel a gosto.

Modo de preparo:

Bata o mamão, o iogurte, a farinha e a água no liquidificador até obter um creme homogêneo e cremoso. Sirva em taças acompanhado por mel e sementes de chia! Além de lindo, acrescentará doçura e fibras ao creme!

5 – Abacaxi assado

Pique o abacaxi em rodelas, coloque uma pitada de canela e leve ao forno. Deixe assar durante 10 minutos e retire. Prontinho para comer. Prático, não?

Aproveite as receitas e bom apetite!

Receitas para o Natal

Olivenza ensina receitas para o Natal

O Natal está chegando e com ele a melhor época do ano: a de reunir a família e os amigos para celebrar! E se estamos falando em celebração, é claro que não podem faltar os pratos deliciosos que são típicos desta data comemorativa, não é mesmo? Então, para você já começar a se preparar e planejar a sua ceia ou o seu almoço de Natal confira algumas receitas deliciosas que não podem faltar na sua mesa:

Tender à Califórnia

Ingredientes:
1 tender;
1 copo de suco de abacaxi;
1 copo de vinho branco seco Ventus;
1 copo de suco de laranja;
10 rodelas de abacaxi em calda Olivenza;
10 rodelas de maçã;
10 figos em calda;
1/2 copo de mel tipo glucose de milho;
Cravos da índia;
Ameixas e cereja a gosto.

Modo de preparo
Comece riscando o tender formando losangos. Em seguida, coloque um cravo em cada cruzamento dos riscos. Com a ajuda de um pincel, passe o mel tipo glucose de milho no tender e coloque em forno preaquecido. Ainda no forno, regue com o vinho seco Ventus, o suco de laranja e a calda do abacaxi em rodelas Olivenza.

Enquanto o tender estiver assando, coloque as frutas em uma panela e aqueça todas juntas. Quando o tender estiver pronto, coloque-o numa travessa e decore com as frutas. Fica uma delícia!

Agora que você já tem uma receita para o seu prato principal, não podemos nos esquecer da sobremesa!

Pavê de abacaxi com marshmallow e coco fresco

Ingredientes:

Doce
1 abacaxi pequeno descascado e picado sem o miolo;
1 colher (chá) de gengibre ralado;
1/2 xícara de açúcar.

Creme
1 e 1/2 lata de leite (use a medida da lata de leite condensado);
1 lata de leite condensado;
1 colher (sopa) de amido de milho;
2 gemas;
1 colher (chá) de essência de baunilha.

Cobertura
1 xícara (chá) de açúcar;
1/2 xícara (chá) de água;
2 claras;
1 colher de suco de limão.

Para a montagem, você vai precisar de um pacote de biscoito champanhe e 150 gramas de coco fresco ralado grosso.

Modo de preparo

Para fazer o creme basta misturar os ingredientes, menos a essência de baunilha, em uma panela e levar ao fogo. Mexa até engrossar. Em seguida, coloque em um recipiente de sua preferência.

Para fazer o doce, é quase a mesma coisa: misture todos os ingredientes e leve ao fogo por 15 a 20 minutos, tomando cuidado para não deixar secar muito.

Para fazer a cobertura, misture a água e o açúcar e leve para o fogo sem mexer por, aproximadamente 15 minutos.

Enquanto isso, bata as claras em neve junto com uma colher rasa de açúcar. Em seguida, despeje devagar a calda quente com o suco de limão e continue batendo até ficar morno.

Agora é hora de montar. Pegue um refratário da sua preferência e coloque o creme. Em seguida acrescente os biscoitos e, depois, o doce de abacaxi. Finalize com a cobertura e o coco fresco por cima. Agora é só levar para a geladeira até a hora de servir. O ideal é fazer um dia antes.

Para dar um sabor ainda mais especial, lembre-se de usar os produtos da marca Olivenza.

Diferenças dos Vinhos

Olivenza explica diferenças dos vinhos

É um momento especial e você quer servir um vinho, porém, não sabe se escolhe o branco ou o tinto?
A diferença entre eles não é apenas nas cores, mas outros fatores são pontuais para identificá-los, como o tipo de uva, sabor, aroma e tempo de maturação. Para entender melhor como é o processo de cada um, segue abaixo uma breve explicação.

O processo dos vinhos brancos e tintos

A primeira coisa a entender é a uva usada para cada tipo de vinho. Há o mito de que vinho branco é feito somente com uvas verdes ou amareladas, mas, na verdade, eles podem ser produzidos por uvas tintas, já que são feitos da polpa da fruta, e o que dá a cor tinta dos sucos e dos vinhos é proveniente das suas cascas e sementes.

Esse pigmento da bebida é chamado de polifenois, o responsável pelo teor de tanino e pela riqueza de antioxidantes presentes na bebida. Ela ajuda a prevenir doenças como o câncer, a osteoporose, diabetes, doenças degenerativas, entre outras.

Como os vinhos brancos não são fermentados com as sementes e cascas, possuem pouca quantidade de polifenois e, consequentemente, de tanino e antioxidantes. Porém, eles fazem tão bem à saúde quanto os tintos, já que estão presente em sua composição alto teor de potássio, cálcio e magnésio.

O tanino, componente do polifenois, é o responsável pelo amargor do vinho tinto, sendo pouco presente nos vinhos brancos.

Como é feita a maturação dos vinhos

Os vinhos tintos e rosés são fermentados com as cascas e sementes, por isso a coloração varia entre o vermelho, violeta e rubi, junto com o amargor do tanino específico do tipo de uva utilizado. Quanto mais tempo o vinho é fermentado com elas, mais intensa será sua cor, e por esse motivo os rosés ficam pouco tempo nesse processo, ganhando uma coloração mais clara.

A maturação dos vinhos tintos é bem maior que os brancos que costumam ficar pouco tempo no processo até serem engarrafados. Mesmo alguns vinhos tintos têm tempos difer-enciados de maturação. Enquanto os taninos estão duros e com aromas fechados, eles precisam de mais tempo para amadurecer e suavizar, até chegar ao aroma ideal para o consumo.

Mas a máxima de quanto mais velho melhor só serve mesmo para alguns tipos de tintos. Vinhos tintos leves, rosés e brancos não precisam passar por esse processo e devem ser consumidos jovens. Se armazenados, perdem a leveza e o frescor típicos e ficam desinteressantes.

Para experimentar vinhos brancos e tintos de excelente qualidade, conheça os vinhos Ventus Portugalis. Eles são elaborados com uvas selecionadas, para proporcionar aos mais refinados paladares, um sabor e aroma inconfundíveis e com muito prazer.

Seja branco ou tinto, o Ventus Portugalis é uma ótima pedida para acompanhar os mais variados pratos, valorizando as receitas e o momento.